Cordel Digital

Meu cordel foi censurado pelos homens do poder

O cordel “Meu Cordel foi Censurado pelos Homens do Poder” está disponível par download gratuito na Amazon.com.br até segunda-feira, dia 4 de julho.

Você pode baixar no seu Kindle ou baixar o aplicativo do Kindle em smartphones, tablets e PCs.

Davi criou o mote “meu cordel foi censurado pelos homens do poder” e convidou, através do Jornal da Besta Fubana, outros colegas escritores para desenvolver o mote, que expressa a indignação do autor com o caso, dando vida a uma produção literária que vai ficar marcada na literatura pernambucana como um símbolo da luta contra a censura e da defesa da livre manifestação de pensamento na cultura popular.

Publicado em Geral | Deixar um comentário

Mamulengos: a arte que dá vida ao inanimado

mamulengo lampião

Mamulengo. Cangaceiro Lampião. Mestre: Davi Teixeira

Típico do nordeste brasileiro, o mamulengo é um tipo de fantoche utilizado geralmente para apresentações teatrais onde os artistas ficam escondidos manipulando os bonecos mamulengos e dando voz a cada um deles e assim, trazendo vida a estes personagens inanimados da cultura regional nordestina.

Suas apresentações eram realizadas em praça pública em geral com temática religiosa. Hoje outros temas estão presentes na criatividades dos artistas que, como na literatura de cordel, tratam de temas da atualidade. As apresentações divertem não apenas as crianças, mas transportam os adultos para um momento de diversão incomum no cotidiano moderno.

A origem mais aceita do nome mamulengo é que seria uma forma de se referir ao termo “mão molenga”, que se refere aos gestos que o artista faz com os bonecos em suas apresentações.

mamulengo_maria

Mamulengo. Cangaceira. Mestre: Davi Teixeira

Nos bastidores do evento teatral ainda temos os mestre mamulengueiro, que não necessariamente se apresenta em shows, mas é o responsável pela criação de cada mamulengo, cada um com características únicas. Em pernambuco, estado brasileiro conhecido nacional e internacionalmente pela riqueza cultural, sobretudo pelo trabalho realizado com mamulengos no estado, temos diversos mestres mamulengueiros. Entre eles o mestre Davi Teixeira e mestre Zé Lopes, de quem Davi se orgulha de ter sido discípulo.

Davi foi convidado para o I Festival de Marionetes e Mamulengos de Glória do Goitá em 2011 e já ministrou cursos para confecção de mamulengos e produziu sob encomenda diversos mamulengos. Ele detém uma técnica própria com foco na sustentabilidade e preservação do meio ambiente utilizando material reciclado para criação de cada peça. Esta técnica inovadora é sempre destaque em apresentações culturais das quais participa.

TV Mamulengo

Além dos bonecos mamulengos Davi Teixeira também criou a TV Mamulengo, peça criada através as antigas TVs de tubo que abre espaço para as pessoas incorporarem um pouco da cultura. A TV Mamulengo faz parte do ambiente de restaurantes regionais em Recife, como é o caso do Bistrô & Boteco, anexo ao Centro de Artesanato de Pernambuco, na praça do marco zero do Recife. A TV Mamulengo também ganhou uma versão online, experimente clicando aqui.

Hoje os mamulengos não apenas são utilizados em apresentações também são peças de decoração de espaços temáticos ou quando se quer dar um toque da cultura pernambucana em um ambiente mais formal e moderno.

No estado de Pernambuco ainda temos o Espaço Tiridá – Museu do Mamulengo, que preserva o acervo histórico desta arte e faz apresentações aos visitantes. Lá está preservada a memória dos mestres através de um acervo de mais de mil e quinhentas peças (Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Mamulengo).

Publicado em Geral | Deixar um comentário

Dia Mundial Sem Tabaco

Capa do Cordel - Quem Fuma Sabe. Quem Não Sabe Venha SaberNo próximo dia 31 será o Dia Mundial Sem Tabaco. Criado em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) este dia é uma data para alertar a população sobre as doenças relacionadas ao tabagismo.

Com o cordel “Quem Fuma Sabe. Quem Não Sabe Venha Saber” Davi Teixeira traz informações sobre os males causados pelo cigarro tanto para o fumante quanto para àqueles que passivamente são afetados pelos males do fumo.

Neste Dia Mundial Sem Tabaco, a Furnas, uma empresa de economia mista, subsidiária da Eletrobrás e vinculada ao Ministério de Minas e Energia, contará com Davi Teixeira e Adiel Luna em uma apresentação de declamação e viola do cordel “Quem Fuma Sabe. Quem Não Sabe Venha Saber”.

A ação correrá no Rio de Janeiro no dia 31 (terça).

ATUALIZADO

Davi_Teixeira_Adiel_Luna_Furnas

 

Publicado em Geral | Deixar um comentário

Sílvio Botelho, O Gigante dos Bonecos de Olinda

CAPA Cordel SÍLVIO BOTELHOO carnaval pernambucano é sem dúvida uma das maiores expressões culturais do país. Neste cenário carnavalesco, a cidade de Olinda tem grande destaque e é reconhecida como um dos melhores destinos para o carnaval trazendo milhares de foliões de todas as partes do país, e do mundo, às suas ruas e ladeiras.

Entre os diversos adornos do carnaval de Olinda temos os bonecos gigantes. Marca da cidade, os bonecos representam diversas personalidades nacionais e internacionais. E como sempre, por trás de uma grande obra temos um grande artista e  no caso dos bonecos gigantes temos Sílvio Botelho. O Menino da Tarde foi seu primeiro boneco gigante, criado em 1974.

Para homenagear a Sílvio Botelho, sua trajetória e arte, Davi Teixeira lança mais um cordel intitulado “Sílvio Botelho, O Gigante dos Bonecos de Olinda”.  O lançamento oficial do cordel será dia 15 de Novembro, às 17hs na ESTAÇÃO 4 CANTOS GALERIA & CAFÉ, que fica na Rua Prudente de Moraes, 440, Olinda.

Publicado em Geral | Deixar um comentário

1º Fórum Pernambucano de Literatura de Cordel

Começa hoje no Recife o 1º Fórum Pernambucano de Literatura de Cordel. O evento, com o tema “A Cultura Popular em Movimento”, acontece de 15 a 20 de setembro, a partir das 11h, no Museu Cais do Serão, Bairro do Recife.

Entre os convidados, pesquisadores, escritores, repentistas, que se revezam em palestras, oficinas e apresentações. Entre os  nomes, os cordelistas Davi Teixeira, Felipe Junior, Paulo Moura, Alice Amorim. Haverá palestras sobre A História do Cordel, O cordel de repente ao papel, Cordel, a arte do improviso, O cangaço e o cordel, A relação do cordel com a internet e O cordel e o empreendedorismo.

O fórum também oferecerá oficinas, exposição e roda de leitura. Para comandar o workshop de xilogravura foi convidado o cordelista Meca Moreno. Membro da União dos Cordelistas de Pernambuco (Unicordel), Moreno que é autor de vários cordéis e tem dois livros publicados, irá abordar as noções teóricas e práticas necessárias à criação das xilogravuras.

Na programação palestras, exibição de curtas-metragens, exposição, shows musicais, oficina de cordel e xilogravura, recital de Cordel para o público infantil fazem parte das atividades do fórum.

Programação

15 de setembro
11h às 14h | Espaço Todo Gonzaga – Oficina de Cordel, com Allan Sales
Allan Sales – Músico e cordelista; Cearense, com trajetória em Pernambuco. Faz musicais, maiores acervos de cordel daqui.
11h às 16h30 | Espaço Todo Gonzaga – Exposição
14h10 às 15h10 | Espaço Caixa de Poesia – Abertura e apresentação musical, com Allan Sales. Cantoria declamatória. Com o sanfoneiro Diviol Lira (poemas musicados) texto de cordel, poesia matuta e peça do cancioneiro popular nordestino
15h30 às 16h30 | Espaço Caixa de Poesia – Palestra: A História do Cordel, com Aderaldo Luciano

16 de setembro
11h às 14h | Espaço Todo Gonzaga – Oficina de Cordel, com Aderaldo Luciano
11h às 16h30 | Espaço Todo Gonzaga – Exposição
14h às 15h | Espaço Caixa de Poesia – Palestra: O Cordel de Repente ao Papel, com Davi Teixeira
15h10 às 16h | Espaço Caixa de Poesia – Roda de leitura, com Eulina Fraga e Shirley Rodrigues
16h às 17h | Espaço Caixa de Poesia – Palestra: Cordel, a arte do improviso, com Felipe Junior

17 de setembro
11h às 14h | Espaço Todo Gonzaga – Oficina de Cordel, com Davi Teixeira
11h às 16h30 | Espaço Todo Gonzaga – Exposição
14h10 às 16h10 | Espaço Caixa de Poesia – Palestra: O cangaço e o cordel, com Paulo Moura
15h às 17h | Espaço Caixa de Poesia – Exibição de curtas (quais?) temáticas diversas sobre cordel

18 de setembro
11h às 14h | Espaço Todo Gonzaga – Oficina de Cordel, com Eulina Fraga e Shirley Rodrigues
11h às 16h30 | Espaço Todo Gonzaga – Exposição
14h10 às 17h | Espaço Todo Gonzaga – Oficina de xilogravura, com Meca Moreno

19 de setembro
11h às 14h | Espaço Todo Gonzaga – Oficina de Cordel, com Eulina Fraga e Shirley Rodrigues
11h às 16h30 | Espaço Todo Gonzaga – Exposição
16h20 às 16h50 | Espaço Todo Gonzaga – Recital de cordel para crianças, com Mariana Bigio
14h10 às 15h10 | Espaço Caixa de Poesia – Palestra: A relação do cordel com a internet, com Alice Amorim
15h20 às 16h20 | Espaço Caixa de Poesia – Palestra: O cordel e o empreendedorismo, com Aninha Ferraz

20 de setembro
11h às 14h | Espaço Todo Gonzaga – Oficina de Cordel, com Eulina Fraga e Shirley Rodrigues
11h às 16h | Espaço Todo Gonzaga – Exposição
14h30 às 15h30 | Espaço Caixa de Poesia – Conta Causos, com Paulo Moura e Felipe Junior
15h30 às 16h30 | Espaço Mandacaru – Apresentações de repentistas
16h30 às 17h | Espaço Acolhimento – Lançamento de livros

Fontes:
http://www.cultura.pe.gov.br/canal/funcultura/confira-a-agenda-de-eventos-com-incentivo-do-funcultura-no-mes-de-setembro/
http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/divirtase/46,51,46,61/2015/09/14/internas_viver,597915/forum-de-literatura-de-cordel-comeca-nesta-terca-feira-no-recife-confira-programacao.shtml
http://pernambuco.ig.com.br/cultura/2015/recife-sedia-primeiro-forum-de-cordel

 

Publicado em Geral | Deixar um comentário

13° Festival Recifense de Literatura

Festival do Livro

Aproveite para conferir o 13° Festival Recifense de Literatura, na Avenida Rio Branco, Recife Antigo. Este ano o festival faz homenagem a Ariano Suassuna.

Hoje (29) e o domingo (30) ocorre a Festa do Livro, onde diversas editoras, autores e vendedores independentes apresentarão seus títulos nos stands. No stand Sebo, você pode conferir um expositor de cordel  cangaceiro com  os títulos de Davi Teixeira.

O horário de funcionamento da feira é das 8h às 19h. O festivel conta ainda também com atividades paralelas como recitais, lançamentos de livros e apresentações artísticas.

No domingo, a partir das 14h, tem contação de histórias com a Turma Mangue e Tal, da Secretaria de Meio Ambiente do Recife, levando diversão e conscientização ambiental para as crianças. E a partir das 18h, acontece a final do Recitata 2015 – Concurso de Poesia Oral do Recife, onde os dez finalistas se apresentam. Os 1º, 2º e 3º colocados receberão prêmios no valor de R$ 3 mil, R$ 2 mil e R$ 1 mil reais, respectivamente.

Serviço:
13º Festival Recifense de Literatura – A Letra e a Voz
Quando: de 26 a 30 de agosto
Horário: de quarta a sexta-feira, a partir das 19h
Sábado e domingo, das 8h às 20h
Local: Avenida Rio Branco, Bairro do Recife

Fonte: http://www2.recife.pe.gov.br/noticias/17/08/2015/festival-recifense-de-literatura-letra-e-voz

Publicado em Geral | Deixar um comentário

DAVI TEIXEIRA – ARTE POPULAR NA FENEARTE 2015

A edição 2015 da Fenearte está com todo o gás e Davi Teixeira está lá com sua arte popular e a TV Mamulengo.

O destaque deste ano é o novo cordel A Saga de Ariano Suassuna: “Eu Só Sei Que Foi Assim” que junto com a TV Mamulengo fazem sucesso na feira.

Confira o mapa da feira e não deixe de passar na Rua 12 da ala vermelha no stand 195 para ver a arte popular deste cordelista que já é um símbolo da cultura pernambucana.

Fenearte2015Mapa

 

Publicado em Geral | Deixar um comentário

A Saga de Ariano Suassuna: “Eu Só Sei Que Foi Assim”

Sua partida foi triste, mas sua estadia feliz. O cativante paraibucano, como Davi Teixeira retrata Ariano Suassua em seu novo cordel, deixou o legado de valor incalculável. Cativou os brasileiros de norte a sul e criou belas obras retratando o seu povo. No cordel “A Saga de Ariano Suassuna: Eu Só Sei Que Foi Assim” Davi traz um pouco da história do querido poeta, a quem tanto admirava.

“…

Ariano Suassuna
Dramaturgo e poeta
Nasceu dezesseis de junho
Já traçada sua meta
Eu digo e não me engano
Esse paraibucano
Fez a cultura completa.

No ano quarenta e cinco
Bem depois que ele chegou
Fez seu primeiro poema
Noturno, o qual publicou
Foi bem aplaudido
Esse escritor tão querido
Assim ele começou.

…”

Publicado em Geral | Deixar um comentário

Um cordel “dengoso” que educa

Em 2008 Davi Teixeira lançou o cordel “Dengueladen O Mosquito Terrorista”. O cordel, que ainda é uma de suas obras mais procuradas, tem um toque de humor porém sem esquecer o principal que inspirou o autor, a educação no combate à dengue. Em vários trechos do cordel o autor descreve como podemos combater o mosquito da dengue.

Confira duas estrofes do cordel a seguir.

“…


Não faça desse mosquito

Bicho de estimação
Tampe bem a caixa d’água
Fazendo uma boa ação
Derrotar o Dengueladen
Essa é a nossa missão 

Ele é um mosquitinho
Mas causa destruição
Na água parada e limpa
Sempre faz a criação
E fique muito esperto
Não duvide dele não

…”

“Dengueladen O Mosquito Terrorista” também chamou a atenção dos telejornais devido a natureza educativa sobre um tema assola o país e todos os anos causa diversas mortes. O Fantástico da TV Globo fez uma reportagem sobre o cordel. Confira no vídeo abaixo.

O cordel também foi a primeira obra do gênero literário que teve uma versão lançada para no formato digital eBook e também a primeira a ter uma versão gratuita em formato de aplicativo para tablets e smartphones Android com a narração completa da obra pelo autor e páginas interativas, confira aqui a versão beta do projeto.

Publicado em Geral | Deixar um comentário

Cordel O QUE TEM NA BOLSA DA MULHER na Amazon

O Que Tem na Bolsa da Mulher_AmazonUm dos títulos mais descontraídos de Davi Teixeira foi lançado hoje (24/03) na loja online da Amazon. O cordel O QUE TEM NA BOLSA DA MULHER pode ser conferido em sua versão digital em todos os dispositivos compatíveis com o Kindle. São diversos opções que vão de computadores com Windows e MacOSX a smartphones e tablets com sistemas Android e iOS.

Outros cordéis neste link.

A seguir uma palhinha dor cordel declamado pelo autor na FENEARTE.

Publicado em Geral | Deixar um comentário